MacBook Air

Não renovado desde 2015, o primeiro da vez foi o MacBook Air. O mais amado da indústria é lançado reafirmando a linha de design da Apple, mas oferecendo uma nova experiência. Estava na hora de uma repaginada, e a Apple não deixou a desejar.

Para esta nova geração, todas as partes do MacBook Air foram repensadas. Em termos de destaque temos a tela de Retina com molduras mínimas e a chegada do Touch ID, que se faz presente pela primeira vez em um Mac que não faça parte da linha Pro. Desta vez apenas o Touch ID foi oferecido, deixando de lado a Touch Bar. Agora, o teclado traz um botão exclusivo com leitor de impressões digitais para desbloqueio do computador. Segurança avançada e praticidade agora fazem parte do MacBook Air.

Com uma tela de 13,3" de alta resolução, 4 milhões de pontos e 48% mais cores, as imagens ganham muito mais realismo, intensidade e riqueza. O Trackpad Force Touch apresenta uma área 20% maior, oferecendo muito mais espaço para interações Multi-Touch e junto a isso, novos teclados da terceira geração do mecanismo borboleta, proporcionam muito mais estabilidade e suavidade ao digitar. O MacBook Air conta também com a segunda geração do chip da Apple T2 Security e graças a ele, a assistente Siri chegou ao Mac.

O notebook apresenta câmera FaceTime que oferece suporte para videochamadas em grupo e traz grandes melhorias nos seus alto-falantes, os quais são 25% mais altos e possuem duas vezes mais graves, proporcionando uma experiência de som mais aprimorada. Ao todo, possui uma matriz com 3 microfones o que garante precisão e estabilidade para realizar chamadas FaceTime e utilizar o recurso Siri.

Uma das maiores novidades em termos de entradas e saídas são as portas Thunderbolts 3. A nova máquina conta com 2 portas Thunderbolt 3 (USB-C), aumentando a conectividade e a compatibilidade do dispositivo. Com até 12 horas de bateria, o MacBook Air promete energia para o dia inteiro.

Em termos de ficha técnica, o notebook inclui processador Intel Core i5 de oitava geração, com velocidade de 1,6 GHz. A memória RAM é de 8GB com possibilidade de configuração para 16GB. Já o armazenamento pode ser de 128GB ou 256GB, expansível via SSD até 1,5TB. Graças à essas configurações, o novo MacBook Air promete muito mais  performance e possibilidades que as versões anteriores.

Levando em conta o redesign da máquina, o seu volume reduziu 17% passando a  pesar apenas 1,25 kg. O dispositivo se destaca em termos de composição. Sua estrutura é de alumínio, e até aí nada de novo. O surpreendente é que para o novo Air 2018, a Apple criou uma nova liga, que oferece a mesma resistência e acabamento que as anteriores, mas que não exige extração de matéria do meio ambiente. Com o anúncio do novo MacBook Air temos o primeiro Mac 100% feito com alumínio reciclado!  

Os dispositivos são oferecidos em 3 cores: cinza-espacial, dourado e prateado. Nos Estados Unidos, o lançamento está previsto para o dia 7 de novembro, com preços a partir de US$ 1.199 (com uma configuração de 8GB de RAM, Core i5 de 1,6GHz e 128GB de SSD). Já na moeda brasileira, a versão de 128GB do MacBook Air de 2018 vai custar R$ 10.399, enquanto o modelo com 256 GB tem preço de R$ 11.999. Por enquanto, não há informações sobre as vendas do produto no Brasil, mas o site da Apple já foi atualizado com os valores.

Mac Mini

O segundo a ser apresentado foi o Mac Mini, seguindo o mesmo design da última versão, e mesmo com a similaridade no design, a Apple afirma que essa é a maior atualização já feita no Mac Mini.

Em termos de especificações, temos um salto gigantesco. O dispositivo conta com um processador Intel de oitava geração, estando disponível em 4 (Core i3) ou 6 núcleos (Core i5) em sua versão completa, prometendo performance cinco vezes mais rápida. A memória RAM DDR4 é de 8GB com possibilidade de configuração para até 64GB. Já no armazenamento, o Mini oferece opções de 128GB ou 256GB, sendo equipados desde a versão de entrada com SSDs que possibilitam expansões de até 2TB.

Mantendo-se compacto e discreto, o novo Mac Mini vem pesando 1,3 kg e com as seguintes dimensões: 19,7cm x 19,7cm x 3,6cm. Conta com 4 entradas Thunderbolt 3 (USB-C), porta Ethernet (opção de 10Gbps), HDMI 2.0, USB 3 e entradas para fones de ouvido. O chip de segurança T2 também é incorporado ao dispositivo com codificação de vídeo até 30x mais rápida e uma nova arquitetura de resfriamento.  

Nos Estados Unidos, a versão de entrada irá custar a partir de US$ 799. O lançamento também está previsto para o dia 7 de novembro. O modelo com processador de quatro núcleos e armazenamento de 128 GB vai chegar no Brasil por R$ 6.999. Já o valor da versão de seis núcleos e 256 GB é R$ 9.399. Ainda não há informações sobre o lançamento no Brasil, mas os preços já estão no site da Apple.

iPad Pro

Depois de anunciar o novo MacBook Air, o Mac Mini e apresentar diversas novidades relacionadas às suas lojas, a nova geração do iPad Pro finalmente foi revelada. Com seu design totalmente reprojetado e inovador, o novo lançamento, de acordo com a fabricante, é capaz de oferecer desempenho superior a computadores e notebooks de outros fabricantes.

Mas agora vamos ao que realmente interessa, as novidades! O lançamento deste iPad Pro foi o que ofereceu maiores mudanças desde o primeiro modelo anunciado. O dispositivo conta com uma tela LCD de ponta a ponta e apresenta cantos arredondados, assim como no lançamento do iPhones X e dos seus sucessores. A tecnologia Liquid Retina deixa as cores mais realistas e vivas (com direito a True Tone e ProMotion) e torna o tablet mais responsivo ao toque.

Sendo marcado pelas bordas mínimas e pela ausência do botão Home, o modelo chega em versões de 11" e 12,9". De maneira comparativa, o de 10,5" passa a ter 11" em virtude das modificações citadas anteriormente. Já o de 12,9" mantém-se a mesma tela, sendo ambos os modelos mais finos e leves, agora com 5,9 mm de espessura e com 25% menos volume do que as versões anteriores.

Assim como os iPhones, o novo iPad traz o Face ID para desbloqueio por reconhecimento facial, mas sem a necessidade de recorte na tela, já que as bordas oferecem espaço necessário para abrigar o sistema de câmera True Depth. Com a saída do botão Home, este recurso passa a funcionar tanto na vertical como na horizontal. O dispositivo tem câmera traseira saltada de 12 megapixels com gravação de vídeo 4K e sensor frontal de 7 megapixels com Modo Retrato. Ambos adaptados para realidade aumentada, capazes de proporcionar fantásticas com o mundo à sua volta.

Com relação à ficha técnica, o iPad Pro conta com processador A12X Bionic, com 7 nanômetros, 7 núcleos GPU (com performance gráfica duas vezes mais rápida que a versão anterior) e 8 núcleos CPU (desempenho 35% maior em single-core e 90% maior em multi-core). A fabricante comprovou rumores ao abandonar o conector Lightning e adotar a tecnologia USB-C, transformando o iPad em um powerbank, sendo possível utilizá-lo para carregamento de iPhones e em conexões com componentes externos que já utilizam o padrão USB-C (vale lembrar que  o iPad Pro é o primeiro dispositivo iOS a utilizar a tecnologia USB-C e deixar de lado o conector Lightning). E tudo isso, é claro, com uma bateria que promete 10 horas de duração.

Como todos os produtos anunciados, o novo iPad Pro também segue a linha eco, contando com alumínio 100% reciclado na sua estrutura. O Modelo 2018 está disponível nas cores prateado e cinza-espacial, em opções de armazenamento de 64 GB, 256 GB, 512 GB e 1 TB. Nos Estados Unidos, os preços começam em US$ 799, para a versão de 11", e US$ 999, para o modelo de 12,9". Já aqui no Brasil os valores partem de R$ 6.799 e R$ 8.399, respectivamente. Assim como os novos Macs apresentados, o tablet tem  lançamento previsto para o dia 7 de novembro. O modelo atual, de 10,5″, continuará à venda por US$650.

Com relação aos acessórios do iPad Pro, o Apple Pencil apresentou grandes melhorias. A segunda geração do lápis oferece um design contínuo e conta suporte magnético para emparelhamento e recarga sem fio, e agora, com apenas dois toques você altera o modo de uso. O Apple Pencil de segunda geração custa US$130; já o Smart Keyboard Folio sai por US$180 (11″) e US$200 (12,9″) ambos com lançamento previsto para 7 de novembro.

Então, o que acharam dos novos lançamentos da Apple?

Acreditamos que esta seja a última Keynote de 2018, mas isso não significa que as novidades irão parar por aí!  Nos acompanhe e fique por dentro!